Escolha uma Página

Protofonia

Capa
Álbum 2014 Brasília/DF
Ouvir

Sobre

É um trio de música instrumental, um laboratório, um lugar seguro onde os rótulos podem se despir: uma tela em branco e três pincéis, infinitas cores. O Protofonia está de acordo com tudo o que estiver relacionado a experimentalismo e improvisação: Música Livre!

Formado no auge da seca de Brasília em 2007, André Chayb (guitarra, ukelele, theremin, teclado, ruídos), Janari Coelho (bateria, percussão, paisagens e intervenções sonoras, ruídos) e André Gurgel (baixo, violão, teclado, plásticos, ruídos), todos com vasta experiência no cenário musical do Distrito Federal, trabalham músicas instrumentais autorais com muita influencia do jazz em todas as suas vertentes, blues, rock progressivo, improvisação livre, música erudita contemporânea e eletroacústica. No desenvolvimento de seus temas há sempre espaço para a explosão e o silêncio, criando cores fortes e texturas imprevisíveis que prendem a atenção do público do início ao fim de cada música.

O Protofonia, além da participação em diversos shows e festivais locais, atuou concebendo a trilha sonora do musical Macufagia, releitura de Macunaíma, obra-prima do escritor Mário de Andrade, dirigida pelo diretor uruguaio Hugo Rodas. A experiência abriu o caminho para a incursão do trio na composição de trilhas e sonoplastias, em parceria com grupos de artes cênicas e visuais.

Este primeiro disco reúne composições que começaram a ser gravadas em 2008, quando o grupo se firmou como trio após uma sequencia de várias formações (chegou a ser um quinteto, com duas baterias, duas guitarras e baixo).

As faixas Antropofagia Moderna, Cavalgando a Máquina Flexível, Doce Carne e Jardim de Maytrea foram gravadas no estúdio Octógono em 2008. Em 2009, no estúdio C.L. Áudio, foram registradas Eugênia, Não Conte Nada para sua Irmã, Triturador de Dejetos e No Palco Atrás dos Olhos. Naquele mesmo ano o grupo se desfez. Os integrantes seguiram seus projetos individuais e só voltaram a se reunir em 2012. Novas composições surgiram, mas ainda havia aquele projeto engavetado. Apesar de as faixas ainda soarem bastante cruas e inacabadas, a alta qualidade da captação motivou a continuação do processo. O material foi levado para o estúdio Zimmer-Collen, onde, em dois meses, foram feitos alguns overdubs de solos, inserções de efeitos eletroacústicos, ruídos, flautas, theremin, percussões, mixagem e masterização. O álbum Protofonia foi finalizado em abril de 2013.

Lançamento Original em CD por Editio Princeps/RJ, Masque/RJ e Marquee(RJ/Japan), lançamento virtual por  Miniestéreo da Contracultura – MDC 008 – Brasília/DF – Dez/2013.