Escolha uma Página

Tiné – Equilibrista

Tiné – Equilibrista

Capa

Álbum

2016

Olinda/PE

Baixado 93 vezes!

Ouvir
Sobre

Equilibrista é o novo disco solo do cantor, músico e compositor Tiné – artista pernambucano, vocalista das bandas Academia da Berlinda e Orquestra Contemporânea de Olinda. O Álbum, lançado em novembro de 2016, é o segundo de sua carreira, iniciada em 2004 com o lançamento de Segura o Cordão. Após 12 anos dedicados ao projetos com suas bandas, sentiu-se a necessidade de conceber um novo trabalho de carreira, no qual pudesse imprimir suas ideias mais particulares.

O conceito da obra é o equilíbrio, e está presente em tudo que envolve seu concebimento, a começar pelo título. O Equilíbrio necessário. Necessário ao artista, ao homem, à natureza, ao universo. O conceito passeia na temática das composições, na forma fazer arte, de criá-la e materializá-la. O Equilíbrio entre o eletrônico e o orgânico, o urbano e o rural, os venenos no corpo e na alma e, é claro, o equilíbrio no amor.

Produzido por Lucas Maia, de novembro de 2015 à setembro de 2016, o álbum se dividiu entre procedimentos caseiros e apoio de equipes e estúdios profissionais, que abraçaram o projeto e contribuíram com ele. A mixagem foi feita por Lucas Maia, Tiné, Fumato Snidefight e Adriano Duprat Lemos. A Masterização, por Pablo Lopes. E à Luiz Ribeiro, coube à ilustração e programação visual do disco.

A lista de participações é bem extensa e conta com os artistas: Maciel Salú, Juliano Holanda, Gilú Amaral, Hugo Gila, Rapha B, Alexandre Urêa, Gabriel Melo, Weré Lima, Tiago Hoover, Sérgio Lima, Henrique Albino, Alex Santana, Junior Soac, Felipe Freitas, Hugo Linns, e Lucas Ferraz. “Tiné Equilibrista” foi lançado virtualmente e disponibilizado para download pelo selo Miniestéreo da Contracultura (miniestereo.org), antes de chegar às lojas no formato físico.

Tiné Equilibrista

Sua tinta (Tiné)

A máquina (Tiné / Luccas Maia / Bruno Lins / Victor Camarote)

Na praia (Tiné / Piero Bianchi)

Faz que vai (Tiné)

Luz (Tiné)

Soneto transgênico (Tiné / Alfredo de Oliveira)

Equilibrista (Tiné / Juliano Holanda)

Guardar Rancor (Tiné)

Abrigo (Tiné / Renata Pedrosa)

Borboleta (Tiné)

Ficha Técnica:

Tiné – Voz, Vocais, Violão, Percussão e Bases eletrônicas

Luccas Maia – Baixo, Guitarra, Teclado e Bases eletrônicas

Maciel Salú – Voz

Alexandre Urêa – Voz

Rapha B – Bateria

Gilú Amaral – Percussão e Bateria

Juliano Holanda – Guitarra

Hugo Linns – Baixo

Thiago Hoover – Guitarra

Thiago Rad – Guitarra

Gabriel Melo – Guitarra

Weré Lima – Cavaquinho

Chiquinho Mombojó – Teclado

Sergio Lima – Piano

Henrique Albino – Clarinete, Sax Barítono e Flauta

Alex Santana – Tuba

Junior Soac – Bases eletrônicas

Hugo Gila – Efeitos

Felipe Fretas de Almeida – Percussões vocais

Lucas Ferraz – Sonoplastia e efeitos

Produção musical – Luccas Maia

Direção musical – Luccas Maia e Tiné

Produção executiva – Tiné e Renata Pedrosa

Mixagem – Luccas Maia, Fumato Snaidefight, Adriano Duprat Lemos e Tiné no Home estúdio de Fumato Snidefight

Masterização – Pablo Lopes no Fábrica Estúdio

Técnicos de gravação – Luccas Maia, Tiné e Junior Soac

Ilustrações e projeto gráfico – Luiz Ribeiro

Gravação:

Bateria – Estúdio 1 e Estúdio Fábrica

Percussão – Estúdio Hammer Records e Home estúdio Tiné

Voz – Estúdio Maruim Records e Home estúdio Tiné

Participações de voz – Home estúdio Tiné

Vocais – Home estúdio Tiné

Violão – Home estúdio Tiné

Baixo – Home estúdio Luccas Maia e Estúdio Fábrica

Guitarra – Home estúdio Luccas Maia, Home estúdio Thiago Hoover, Home estúdio Tiné, Maruim Records

Piano – Home estúdio Tiné

Clarinete, Sax Barítono, Flauta e Tuba – Home estúdio Tiné

Sonoplastia e efeitos – Home estúdio Lucas Ferraz

Bases eletrônicas – Home estúdio Luccas Maia e Hammer Records

Cavaquinho – Home estúdio Luccas Maia

Agradecimentos:

Primeiro a Luccas Maia que abraçou esse projeto e fez a coisa acontecer; agradecer aos parceiros nas composições – Renata Pedrosa, Luccas Maia, Bruno Lins, Victor Camarote, Alfredo de Oliveira, Piero Bianchi e Juliano Holanda; a Lucas Ferraz por sua criatividade nas ambientações sonoras e toda força; o apoio dos estúdios – Fábrica Estúdios, Estúdio 1, Hammer Records e Maruim Records; agradecer a Fumato Snidefight e Adriano Duprat Lemos pela participação fundamental na Mixagem e finalização sonora do disco; a Luiz Ribeiro pela arte, projeto gráfico e parcerias; todos os músicos que participaram com sensibilidade e carinho; agradecer minha família que sempre deu todo apoio na vida e no trabalho; a Renata Pedrosa pelas opiniões na parte musical, pela parceria na musica Abrigo e toda a ajuda na parte executiva; agradecer a Caetano Veloso, Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, João Gilberto, Chico Sience e Nação Zumbi, Nelson Gonçalves, Coco Raízes de Arcoverde, Maestro Caçapa que produziu meu primeiro disco, Academia da Berlinda, Orquestra Contemporânea de Olinda, entre outros, que tanto me influenciaram. Por fim, quero agradecer a todos que vem acompanhando meu trabalho desde 2004 com o primeiro álbum Segura o Cordão e sempre me cobraram esse segundo solo.